Caril de Frango

2019-07-13
  • Porções: 4
  • Pronto Em: 35m
Avaliação Membro Médio

forkforkforkforkfork (4.8 / 5)

4.8 5 5
Taxa esta receita

fork fork fork fork fork

5 Pessoas classificaram isso como receita

Relacionados Receitas:
  • Pudim de Laranja com Amêndoa

  • Caldo de Legumes com Hortelã

  • Frango Salteado com Ananás e Alho Francês

  • Omeleta com Queijo e Abacate

  • Sopa de Feijão Encarnado

Um Caril é sempre bem vindo, há sempre quem aprecie os quentes sabores orientais. Este Caril de Frango é muito fácil de preparar.

Não é possível dizer com certeza quando o caril foi criado na Índia ou quando entrou em uso. Segundo os investigadores e escavações arqueológicas, a especiaria data de 2500 a.C. na região de Mohenjo-Daro, no Paquistão. A partir dessa altura, os sabores de caril começaram a ser utilizados regularmente e tornaram-se a base da cozinha indiana.

Ao longo dos anos, monges indianos que viajavam ao longo da Rota da Seda começaram a espalhar esta mistura de especiarias por toda a Ásia e Europa. A propagação por toda a Ásia foi também influenciada pelos britânicos, que introduziram estes ingredientes tanto no Japão como em todas as colónias britânicas. A introdução do caril em tantas partes do mundo levou à sua transformação e adaptação aos gostos locais. É por isso que existem agora tantos caris como pessoas, porque é um condimento que é muito fácil de adaptar às preferências de cada pessoa.

Um dos condimentos  usados tradicionalmente na Índia em vários pratos é a folha da  “árvore-do-caril”.

O “pó-de-caril” é feito à base de pó de açafrão-da-terra, cardamomo, coentro, gengibre, cominho, casca de noz-moscada, cravinho, pimenta e  canela. Para além destes ingredientes básicos, outros são incluídos, de acordo com as preferências. Há quem chegue a fazer caris que chegam a levar setenta plantas diferentes.

Também vale a pena ter em conta que existem diferentes tipos de caril, dependendo do país onde é feito:

Indiano: este é o tradicional, uma mistura de especiarias que varia de acordo com a região.
Tailandês: tem alguns subtipos, os principais são vermelho, verde e amarelo. Além disso, é geralmente apresentado como uma pasta e não como um pó.
Japonesa: é normalmente encontrada como pasta prensada, que é depois dissolvida em molho.
Onde comprá-lo?

Inicialmente, o caril servia para temperar exclusivamente o arroz, mas actualmente é usado para a confecção de inúmeras receitas, como o frango, camarão, borrego  e outras.

Ingredientes

  • 1 frango com cerca de 1,5kg
  • 2 tomates médios
  • 2 cebolas médias
  • 4 dentes de alho
  • 100g de manteiga
  • 2 folhas de louro
  • 1 c. sopa de caril
  • 2 dl de leite de côco
  • 300g de arroz branco
  • gengibre, sal, salsa picada q.b.

Método

Passo 1

Lave o frango, retire-lhe a pele e corte-o em pedaços grandes. Lave o tomate, retire-lhe as sementes e pique-o.

Passo 2

Descasque as cebolas e os dentes de alho e pique-os finamente. Descasque um pouco de gengibre e rale-o no ralador de legumes.

Passo 3

Aqueça a manteiga num tacho, reservando duas colheres , de sopa, Junte as cebolas e refogue-as em lume médio até atingirem um tom acastanhado.

Passo 4

Adicione as folhas de louro. Deixe refogar durante cerca de 2 minutos. Acrescente o alho, o caril e o gengibre. Misture tudo muito bem,

Passo 5

Junte o tomate, os pedaços de frango e o leite-de-côco; deixe refogar em lume médio, durante cerca de 5 minutos, sem parar de mexer. Tempere com sal e acrescente um pouco de água.

Passo 6

Deixe ferver e vire constantemente os pedaços de frango para que fiquem bem cobertos com o molho.

Passo 7

Coza o arroz por 12 minutos no dobro do volume de água. Junte a manteiga restante, envolva e sirva com o frango e o molho, salpicados com salsa picada.

Deixe uma resposta