Taberna Da Muralha

Por : | 0 Comentários | On : Abril 29, 2016 | Categoria : Blogue, Restaurante

Taberna da Muralha - Receitas da Tia Céu

Numa das minhas estadias em Avis, no Monte da Chaminé, num fim de semana frio e solarengo, decidi não cozinhar uma das refeições, para melhor aproveitar o tempo, curto, do fim de semana, para por os passeios em dia.

Vagueando pelas ruas medievais de Avis, já com a hora de almoço a tocar no sino da Igreja Matriz, procurei o restaurante onde, em tempos, me lembrava de ter jantado com um grupo de parentes, naturais da zona e amantes da boa mesa.

Contornei o que resta da muralha do castelo e encontrei a Taberna da Muralha. O portão discreto estava aberto e entrei para uma sala que, embora pequena, tinha um ar acolhedor. Fui recebida pelo senhor João Pimenta, simpatia e sorriso a rodos, que me cumprimentou, indicando uma mesa.
Ora bem! O que dizer da lista? Pratos do dia, a lista tradicional, com carne peixe, fruta, sopa, entradas, bebidas e vinhos.

Não hesitei e pedi as Migas de Espargos com Plumas de Porco Preto. Enquanto esperava veio a sopa: de Espinafres com Creme de Feijão Manteiga. Morri!! De prazer!… ao saborear aquela sopa quente, saborosa, acolhedora, que me aqueceu o corpo e a alma e me preparou o palato para o prato principal. Que veio sem demora! Delicioso! As Migas estavam no ponto, os Espargos saborosos, as Plumas desfaziam-se na boca….

Claro que um almoço, no Alentejo, sem vinho, não é almoço! Pedi o vinho da casa: Pêro de Alter. Ficaram reunidas as condições ideias para começar a pensar em abrir um restaurante e passar o resto da minha vida a cozinhar, para que muitos tenham o mesmo prazer que eu estava a sentir naquele momento!
Para terminar, não podia faltar a sobremesa. Depois de comer Migas, carne de porco, pão com azeitonas e vinho à descrição, já não consegui pensar na dieta. Aliás, já só pensava no estupendo Pudim Molotof, que tinha visto a Cristina (a maga cozinheira) trazer da cozinha para expor no balcão.
Lá veio o Pudim com o molho de caramelo a que tinha direito, mais um café e a conta logo a seguir.
Não sei se era do estado de felicidade resultante de tão lauto banquete, se era do vinho, suave, encorpado e saboroso, mas realmente achei a conta muito razoável. Duas pessoas pagaram 27 euros!!! De pasmar!

Quando saí, a paisagem que se avista da muralha é de cortar a respiração! Onde, nos tempos de D.João I, pelejavam e vigiavam os campos em redor, os soldados do Mestre de Avis, estava eu, feliz e a pensar que a vida é boa! E a felicidade é somente uma colecção de estados de alma, de momentos bons, de gratidão ao Universo.

Bem, vamos a coisas mais práticas: a Taberna da Muralha, cujo proprietário é o senhor João Carlos Milheiros, está aberta das 12h ás 15h e das 19h às 22h, todos os dias excepto à quinta feira.

As especialidades são o Bife à Muralha (carne da vazia com molho de natas e batatas fritas), as Plumas de Porco Preto com Migas de Espargos o Ensopado de Borrego (ao fim de semana) e a Açorda de Ovas com Cação Frito.

A carta de vinhos é variada, predominando os vinhos da zona. O da casa é de Pêro de Alter.
Ambiente acolhedor, decoração simples, com aproveitamento das paredes originais da casa, em tijolo burro.

Não deixem de lá ir, quando passarem por Avis.

taberna-da-muralha-3-225x300 Taberna Da Muralha taberna-da-muralha-2-300x225 Taberna Da Muralhataberna-da-muralha-1 Taberna Da Muralha taberna-da-muralha-4 Taberna Da Muralha

Share This Post!

Deixe uma resposta