Patisserie Versailles

Por : | 0 Comentários | On : Abril 7, 2016 | Categoria : Blogue, Restaurante

patisserie versailles - Receitas da Tia Céu

Houve um tempo em que era chique sair para tomar chá nos salões de chá e nas pastelarias que, um pouco por toda a Europa, iam abrindo, qual delas a mais bonita e carismática. Eram sítios onde se ia para ver e ser visto, socializar, debicar ou bebericar. As senhoras vestiam-se bem, os homens aperaltavam-se, a vida nas cidades Europeias tinha um novo fulgor de esperançosa paz depois da Guerra de 1914-1918.
Em Lisboa, nos loucos anos vinte, muito ao jeitinho português de trazer lá de fora o que se fazia e dizia, abria, no bairro “Avenidas Novas” uma patisserie.  Versailles, no seu luminoso esplendor, dá o nome e a inspiração à Patisserie Versailles, inaugurada a 25 de Novembro de 1922.

Propriedade da firma “Antunes e Vinhais, Lda.”, cujos sócios eram Salvador José Antunes e José Monteiro Vinhais, o interior desta pastelaria parece mesmo a reprodução dos salões do Palácio de Versailles. Espelhos enormes e pinturas nos tectos, detalhes Art Nouveau, empregados fardados a rigor, trazem até nós, em Lisboa, o charme de um verdadeiro clássico café europeu.
No dia seguinte à inauguração, o “Diário de Lisboa” escrevia:

noticia-patisserie-versailles Patisserie Versailles(excerto do Diario de Lisboa de 26 de Novembro de 1922)

O nome manteve-se até 1926, ano em que foram proibidas designações com palavras estrangeiras.
Entre 1985 e 1987, foram efectuadas obras de restauro e reabilitação dos interiores e do exterior e a pastelaria passou a restaurante e salão de chá.
Desde o início da sua fundação, a Versailles tem fabrico próprio de bolos, amêndoas e chocolates. Os pastéis de nata são uma das especialidades. Tem ainda uma grande variedade de chás e, claro, o chocolate quente, servido à francesa (com mais leite) ou à espanhola ( mais espesso).  Os croquetes da Versailles são uma delícia, servidos quentes, grandes e de massa uniforme e muito bem temperada.
Uma das particularidades deste estabelecimento, é o serviço, tanto ao balcão como às mesas: os funcionários, muito simpáticos e afáveis, estão rigorosamente fardados e cumprem todos os preceitos do serviço de mesas, com a etiqueta e as regras, já tão em desuso hoje em dia, infelizmente.
A Pastelaria Versailles ainda é um daqueles sítios onde se respira um pouco da Lisboa de antigamente.
Fica na Avenida da República, 15 –A, mesmo ali ao lado do Saldanha e está aberta das 7.30h às 24.00h, de segunda a domingo.
patisserie-versailles-1 Patisserie Versailles patisserie-versailles-2-300x225 Patisserie Versailles patisserie-versailles-3-300x225 Patisserie Versailles
Share This Post!

Deixe uma resposta